Buscar
  • Projeta Comunicação

Como se manter sexualmente ativo na terceira idade?




– O sexo na velhice tem pesos diferentes para homens e mulheres?

Não se trata de uma questão de gêneros. Homens e mulheres na terceira idade podem ter vida sexual ativa e gostarem de sexo. Não existe um gênero que gosta mais de sexo do que outro, o que existe são diferentes expressões do desejo sexual, em qualquer idade, inclusive na velhice. Dados de pesquisas apontam que o indivíduo que teve mais parceiros sexuais e maior atividade sexual na juventude, bem como uma atitude positiva para com as experiências sexuais e relativamente boa saúde mental (como ausência de depressão que desestimula a prática sexual) são mais ativos sexualmente na terceira idade.

– Quais as mudanças fisiológicas e hormonais que a terceira idade impõe à vida sexual deles e delas?

Há alterações metabólicas, queda de hormônio nas mulheres, mudanças emocionais, maior cansaço e esgotamento físico, diminuição da lubrificação em algumas mulheres, entre outras questões.

– O orgasmo nesta faixa etária muda de alguma forma? A velhice traz a perda da libido?

O orgasmo não muda, mas há menor apelo do desejo, diminuição no interesse e na frequência sexual, mas o prazer permanece inalterado. O sexo na terceira idade geralmente é acompanhado mais do afeto do que da curiosidade.

– É verdade que áreas do corpo deixam de ser sensíveis ao toque nesta faixa etária?

Não necessariamente. A resposta ao prazer permanece praticamente inalterada.

– Homens são mais livres para exercer a sexualidade em todas as fases da vida inclusive na velhice do que as mulheres? Se sim, por quê?

Culturalmente homens possuem maior permissão social e consentimento próprio para a livre expressão sexual se comparada às mulheres, inclusive na velhice. Essa questão tem raízes históricas, isto quer dizer que, é muito mais uma construção cultural do que uma verdade biológica.

– A exigência de que homens não podem falhar e mulheres têm de ter beleza e juventude atrapalha a vida sexual quando eles/elas chegam nesta idade?

Acredito que estas questões atrapalham a vida de homens e mulheres em qualquer idade. Mas o culto à juventude pode afetar mais mulheres com dificuldade de envelhecer e a crença de que não se pode falhar pode afetar a parte dos homens que acredita no mito da máquina sexual masculina.

– A família do idoso (a) costuma se assustar ou recriminar quando ele/ela começa a namorar, o que sugere uma retomada da vida sexual. Como mudar essa visão?

Muitas famílias sim. Ver a sexualidade renascer em um idoso mexe com nossas questões sexuais também, mobiliza em nós questionamentos e, não raro, nos força a revisar nossa própria vivência da sexualidade, o que pode ser incômodo. A crença do declínio da experiência sexual na velhice tem fortes fatores culturais, e, por isso, muitas vezes fazemos com que de fato ela chegue ao fim, antes mesmo da biologia assim determinar.

0 visualização

Estou aqui para te ajudar a resolver seus problemas

© 2020 por Projeta Comunicação

ic_insta.png
ic_face.png
ic_youtube.png
ic_whats.png