Buscar
  • Projeta Comunicação

Amantes: por que algumas mulheres topam ser a outra?




– Em Império, Isis é amante do comendador José Alfredo. Mesmo sabendo que é casado e não pretende se separar, ela nutre amor. Por que mulheres como Isis aceitam o papel da outra?

Pode existir várias razões para mulheres aceitarem viver este tipo de relacionamento. Há dois grupos de amantes de acordo com uma pesquisa. O primeiro grupo são mulheres que se envolvem com homens casados, mas esta relação dura pouco, menos de um ano. Justificam tal relação afirmando terem cedido à atração física e ao desejo sexual pela pessoa. Muitas não sabem nem que o parceiro é comprometido. E outro grupo de mulheres que mantém uma relação que é duradoura e sabem que parceiro é casado. Estas mulheres justificam o romance afirmando haver afeto e amor em jogo. Outra questão relevante apontada na pesquisa refere-se ao fato de que é maior a porcentagem de mulheres que aceitaram serem amantes (o grupo que se relacionou por mais tempo) terem mais de 30 anos. Pode haver também uma questão social que justifica este comportamento, uma vez que homens morrem mais cedo e há um superávit de mulheres na sociedade, que diminui mais as chances de casamento para mulheres mais velhas.

– Por que homens e mulheres traem? Que razões levam ambos às relações extraconjugais?

A traição masculina ela é historicamente consentida e justificada. De acordo com a mesma pesquisa as mulheres que traíram justificaram-se dizendo que a infidelidade ocorreu por causa do momento de crise pelo qual o casamento passou. Aparentemente não se sentem agentes da traição e nem se responsabilizam pelos próprios desejos. Muitas mulheres também apresentam como justificativa para o caso extraconjugal o envolvimento amoroso com outra pessoa.

– Culturalmente, como homens e mulheres costumam viver suas traições?

A sociedade justifica a traição masculina, mas não raro este homem vivencia o sentimento de culpa e o afeto pela esposa e pela amante. A mulher que trai é vista como adultera e carrega um estigma, mas também pode viver uma confusão de sentimentos e culpa por estar sendo infiel e, por vezes, desleal.

– Que razões principais levam os homens a viverem aventuras extraconjugais?

Podem ser várias, entre elas a atração física por outra pessoa, paixão, amor ou simplesmente vontade de transar com uma mulher diferente.

– A imagem da amante costuma ser associada à da 'vilã', de 'destruidora dos lares'. Por que esse pensamento ainda se mantém se, em alguns casos, a amante é enrolada pelo homem que costuma sair ileso de julgamentos?

A amante transgride os padrões sociais impostos de que ser adequado é ser mãe e esposa. De acordo com a pesquisa, muitas mulheres não gostariam de estar na posição de amante, pois acreditam mesmo que é um tipo de relação que não tem futuro.

– A mulher que assume o papel de amante vive uma vida emocionalmente limitada?

Não necessariamente.

– A esposa pode usar quais aspectos para tentar levar o relacionamento adiante mesmo depois de descoberta a traição?

As mulheres mais velhas toleram mais a traição do que as mais jovens. Nas mais velhas percebe-se uma grande tendência a perdoar ou simplesmente fingir que nada aconteceu. Na pesquisa, percebeu-se em muitas destas mulheres casadas a mais tempo uma naturalização da traição. Há também as que que utilizam-se do diálogo e da conversa sincera com o objetivo de contornar a situação.

– Existem ganhos à mulher que leva adiante essa relação extraconjugal? E há perdas por isso?

Sempre há perdas e ganhos na relação extraconjugal. Leva-se adiante por causa do envolvimento afetivo que pode ter qualidade e de uma vida sexual que pode ser boa. Mas pode-se perder o convívio diário com o par, a possibilidade da construção de uma família e a recompensa social de ter uma relação de acordo com a tradição (muitas mulheres se importam com isso, mas não cabe generalizar).

– É saudável a amante cultivar a expectativa de que um dia será a parceira oficial do amado?

Só será saudável se isto tiver fundamento real (pode acontecer), mas é comum que esta expectativa não seja um sonho possível na maioria das vezes.

0 visualização

Estou aqui para te ajudar a resolver seus problemas

© 2020 por Projeta Comunicação

ic_insta.png
ic_face.png
ic_youtube.png
ic_whats.png